#MariliaTransfobica: Sertaneja é acusada e assunto vira trend

A cantora zombou de uma história com colegas de palco, sobre um suposto relacionamento de um músico com uma mulher trans




Marília Mendonça, realizava a transmissão de um show on-line no sábado (8), quando o tecladista que acompanhava a artista pediu que a cantora contasse a história de uma das músicas apresentadas no repertório.

“Sabe o que tô achando estranho. O que a gente combinou no ensaio, que a gente ia falar, não saiu nada ainda (…) eu sei que a próxima música aí tem história, e ninguém quer falar a história, é um acontecimento”, afirmou o músico.

Marília disse não se lembrar e começou a cantar “Sensível Demais”, sucesso de Chrystian & Ralf. Ao encerrar a música, a sertaneja continuou a conversa: “Eu acho que tô lembrada, foi quando um integrante nosso falou que tocava num lugar? Quem é de Goiânia lembra da boate Diesel, que tinha aqui em Goiânia.”

Os músicos da cantora começam, então, a dar risada. “E aí não vou falar quem e nem vou falar o porquê, vou ficar calada. Quem lembra da boate Diesel, lembra da boate Diesel. Disse… que lá foi o lugar que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber.”

O guitarrista da banda então diz: “Era mulher mesmo”. Em seguida, outro músico cita: “Calma, ninguém falou nada.”

Após a live, algumas pessoas foram às redes sociais reclamar da atitude da cantora sertaneja e a acusaram de transfobia. Bruna Andrade fez um longo vídeo intitulado: “Marília Mendonça e a transfobia explícita. No vídeo eu mostro um exemplo claro de como a transfobia é naturalizada na nossa sociedade.”

Na manhã dessa segunda-feira, 10, o assunto ainda estava entre os mais comentados do twitter

No mesmo período a cantora publicou na rede social uma breve mensagem com pedido de desculpa:

pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. mil perdões. de todo o coração. aprenderei com meus erros. não me justificarei.

  • Celebridades Fooxicando

    #MariliaTransfobica: Sertaneja é acusada e assunto vira trend

    A cantora zombou de uma história com colegas de palco, sobre um suposto relacionamento de um músico com uma mulher trans
  • Coluna do Paulo Rossi

    Qual o sabor da morte para você?

    Acabo de passar pela pizzaria cujo dono foi acusado de homofobia e quem está conversando justamente com ele que em áudio deseja a minha morte e a de todos os LGBTQIAP+? Alguém próximo. Estou sentindo uma dor tão grande que antes os dois tivessem se unido pra me matar mesmo, mas que matassem com uma faca que perfura e suja. Que molha o corpo inteiro. E que orem com as mãos ao rosto tão vermelhas e tão encharcadas que não consigam nunca mais abrir os olhos colados do ódio que semeiam. Que permaneçam com os olhos fechados. E que nunca mais os abram porque enxergar não é útil a cegos funcionais.
Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Erika Souza
Carregar Mais Em Celebridades

Sobre Erika Souza

A menina louca. Deixo essa definição, pois meu entusiasmo pode parecer loucura. Atuo com comunicação, eventos e desenvolvimento pessoal. Com o convívio a gente se conhece mais.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.