DJ Ivis tem segundo pedido de liberdade negado pelo STJ

Decisão foi confirmada pela assessoria do tribunal. Pedido de habeas corpus foi feito por um perito judicial, conforme o STJ. DJ Ivis foi denunciado por agressão a ex-mulher, Pamella Holanda.




Celebridades, Fooxicando

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, negou um habeas corpus em defesa do cantor Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis. A decisão é da sexta-feira (16), mas foi publicada pela Corte nesta segunda-feira (19). De acordo com o tribunal, o pedido foi solicitado por um perito judicial e não pela defesa do cantor.

Ivis foi preso na última quarta-feira (14) e é investigado por agressões contra a ex-mulher, Pamella Holanda.

Conforme o presidente do STJ, o habeas corpus não dispõe de documentos que mostrem a real situação do processo criminal que tramita na Justiça cearense. Para Humberto Martins, analisar o pedido agora poderia provocar tumulto no processo e prejudicar a própria defesa dos advogados do cantor.

“Nessas situações, um eventual julgamento precipitado pode comprometer a linha de defesa que venha sendo desenvolvida pelo próprio acusado e seus advogados constituídos, resultando em prejuízo manifesto para o paciente”, escreveu o ministro.

Segundo o STJ, o perito judicial que entrou com o habeas corpus argumentou que DJ Ivis é réu primário, famoso, possui bons antecedentes e não iria atentar contra a vítima no curso do processo. Ele também alega que a prisão preventiva só deveria ser decretada em caso de descumprimento de medida protetiva.

“Não é possível saber sequer se o STJ é competente para apreciar o pedido, pois não há notícia de que o tribunal de origem tenha examinado as questões ora alegadas”, disse o ministro. Em função disso, o pedido foi arquivado.

Justiça do Ceará já negou HC

Durante o fim de semana, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou um habeas corpus impetrado pela defesa do cantor. O artista continua detido no presídio Irmã Imelda Lima Pontes, na Região Metropolitana de Fortaleza, para onde foi transferido após audiência de custódia.

Um dos advogados de DJ Ivis no caso, o criminalista André Quezado, afirmou ao G1 que irá aguardar a conclusão da fase de inquérito policial para decidir sobre um pedido de soltura do cantor.

O artista está detido em uma área de triagem no presídio, de acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do Ceará. Ele está em uma situação especial de segurança para que seja garantida a integridade física, uma vez que o caso teve grande repercussão.

Ivis exibia fotos íntimas da ex

A digital influencer Pamella Holanda revelou, neste domingo (18), em entrevista exclusiva ao Fantástico (veja a entrevista mais abaixo) que o ex-marido exibia fotos íntimas dela ao amigo Charles, que o cantor considerava como “braço direito”.

Charles também presenciou Ivis agredir a ex-mulher e não reagiu. Em entrevista na semana passada, ele disse que “travou” e não conseguir protegê-la.

“A gente começou a discutir porque ele mostrou uma foto minha íntima para o Charles, para esse amigo dele. Eu pergunto o que é, volto pra cozinha e ele continua. Até a hora que eu vou e é a hora que ele me agride”, disse Pamella.

Em outro trecho da entrevista ela relata uma das agressões.

“Depois ainda ele me solta e eu ainda vou pra cima dele, mas ele se esquiva; depois, quando eu dou as costas, ele me dá um soco, me dá um chute, me deu um soco nas costas que eu caí no chão e fiquei sem conseguir respirar”, completa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.